O Mbya reko (modo de ser Guarani Mbya) é experimentado pelos Guarani Mbya através de meditações, realizadas durante os dias de seus cotidianos, em  cada uma de suas atividades. A manifestação das palavras sagradas, que revelam os significados que guiam os Guarani Mbya na busca pelos caminhos realizados pelos seus ancestrais, os  Nhanderu Mirim, para a terra sagrada, se dão através da  oralidade. O ritmo de vida Guarani Mbya acompanha sua relação com a natureza, e suas palavras também estão atreladas a estas relações. As canções Guarani Mbya expressam as  palavras sagradas, e buscam se inserir no ritmo de harmonia que purifica aos Guarani Mbya, enquanto entoam as canções.

Baixar vídeo

As canções são uma forma de meditação. Uma das formas das lideranças espirituais guiarem os povos guarani mbya é através dos cantos dos corais que existem nas tekoá (espaços onde os Guarani Mbya vivem seu modo de ser). É através dos cantos e danças, que as lideranças espirituais meditam, e se comunicam com os deuses. Eles podem guiar as comunidades Guarani Mbya a diversas direções. Assim, a organização espacial Guarani, dentro das tekoá, e na busca de novos espaços para viver, estão relacionados às atividades do coral.

Baixar vídeo

As letras das canções revelam a busca do Mbya reko (modo de ser Guarani Mbya), e a caminhada espiritual realizada nos territórios Guarani Mbya, em busca da caminhada sagrada que seus ancestrais fizeram:

Música 13: Cd Tapé Mirim – Caminho Sagrado – Grupo Tradicional Mbya Guarani – Tekoá Itaty.

Nhanderu Mirim oexauka ta ma Tape Mirim jaje’oi

Aguã joupive gua’i, jaje’oi ma vy Nhanderu retã py

Nhavaê ma vy jajerojy japorai japorai.

Tradução:

Nosso Pai sagrado vai revelar o caminho sagrado para

Segui-lo de um só coração, e quando alcançarmos

Reverenciaremos e cantaremos, cantaremos.

Baixar música

As canções demonstram a busca para alcançar a Terra Sagrada…

Xekyvy’i

Xekyvy’i Xekyvy’i

Ereo rire

Ejevy voi ja ’a aguâ

Ja’a mavy

Joupive’i

Para rovai jajerojy

Meu irmãozinho, meu irmãozinho

Você se foi

Volte logo

Para que possamos ir juntos

Venerando a Deus

Para o outro lado do oceano.

(SUHRBIER, M.; LEAL FERREIRA, M., 2000, p. 215). Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/109388/107872.

preparação Guarani Mbya, desde o recebimento do espírito nome (nhe’e) durante o batizado (nhemongaraí), para consagrar o corpo, seguir o Mbya reko (modo de ser Guarani Mbya) e alcançar a terra sagrada, também é tema das canções:

Música 12: Cd Tapé Mirim – Caminho Sagrado – Grupo Tradicional Mbya Guarani – Tekoá Itaty.

Oreru Tupã arapyau re ojepovera ojepovera,

Oreru Tupã arapyau re ojepovera ojepovera, ore

Kyringue’i kuery rombojerovia rombojerovia

Rombojerovia, Yguaxu rovai roaxa ma vy oreave roexa

Aguã Yvyju Mirim Yvyju Mirim.

Tradução:

Nosso pai Tupã relampeja no verão, relampeja

Nosso pai Tupã relampeja no verão, relampeja.

Nós consagramos as crianças, consagramos, consagramos,

Para vencer os obstáculos e atingir a terra sagrada, terra sagrada.

Baixar música

Os Nhanderu Mirim, ancestrais que se tornaram eternos, ao encontrarem a terra sagrada, após meditarem, rezarem e cantarem muito, também são lembrados nas canções. Busca-se, ao mesmo tempo, seguir seus caminhos, através das canções…

Música 10: Cd Tapé Mirim – Caminho Sagrado – Grupo Tradicional Mbya Guarani – Tekoá Itaty.

Yguaxu rovai manje oî

Nhanderu Mirim jaexa aguã

Nhanderu Mirim jaexa aguã,

Jaexa aguã.

Tradução:

Em algum lugar sagrado

Existem Seres Imortais para conhecermos

Seres Imortais para conhecermos

Para conhecermos.

Baixar música

As músicas também realizam denúncias e críticas, em relação à situação história de invasão das terras Guarani pelos juruá (não indígenas), e a consequente interferência no mbya reko (modo de ser Guarani Mbya)…

Oreyvy Pera’a Va’e kue

Pemê’e jevy pemê’e jevy

Oreyvy pera’a va’e kue

Roiko’i haguã

Pera’a va kue roiko’i haguâ.

Tradução:

Devolva, devolva

A terra que você roubou

De nós

Para que possamos continuar a viver.

(SUHRBIER, M.; LEAL FERREIRA, M., 2000, p. 215). Disponível em: http://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/109388/107872.

Além de manter uma crítica a situação política e social da invasão de suas terras, as canções guarani mbya lembram o que está sendo prejudicado: o modo de ser guarani mbya. A religiosidade guarani, as formas de manifestação, dependem das relações guarani com os territórios em que vivem. Com o encurtamento destes territórios, e o deslocamento forçado para espaços em que não podem se relacionar com a natureza para viverem segundo o mbya reko (modo de ser guarani mbya), o modo de vida guarani é diretamente afetado… as músicas guarani mbya entoadas nos corais, lembram disso não apenas através das letras, mas através das danças e das pinturas corporais. Seus ritmos e suas coreografias revelam a importância da coletividade, pois as danças são conjuntas, em grupo.

Baixar vídeo

Voltar